Breves comentários – Agatha Christie: O mistério de Sittaford

Esse livro chamou minha atenção desde que li a sinopse e soube que, desta vez, a Dama do Crime usaria de “expedientes esotéricos” em seu enredo. O que a tradução chamou de “mesa girante”, mas que também encontra equivalentes na “brincadeira do copo” e na “tábua dos espíritos”, por exemplo, foi o ponto de partida para o assassinato a partir do qual se desenvolve toda … Continuar lendo Breves comentários – Agatha Christie: O mistério de Sittaford

Série | Punho de Ferro

Este post entra aqui com bastante tempo de atraso, porém ainda antes do mês de agosto, quando a Netflix disponibilizará a primeira temporada de Defensores, o projeto que reunirá Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro em uma mesma série. Impressões  Não tenho background dos quadrinhos para falar sobre Punho de Ferro, infelizmente, portanto registro aqui apenas minhas impressões em relação à série … Continuar lendo Série | Punho de Ferro

Cinema | Mulher-Maravilha

Eu cresci lendo gibis e revistas sobre histórias em quadrinhos. Era muito comum – e desestimulante também – ler reportagens que faziam previsões muito pessimistas sobre a possibilidade de levar para os cinemas especificamente dois personagens: Wolverine e Mulher-Maravilha. Foi, portanto, muito bacana ver os anos passando e constatar que as previsões – nos dois casos – estavam erradas. No caso da Mulher-Maravilha, foram mais … Continuar lendo Cinema | Mulher-Maravilha

Revista | Quatro cinco um

A iniciativa de tentarmos novamente fixar a existência de um título voltado para o mercado de livros no Brasil, por si só, já tem mérito. Essa é a proposta da Quatro cinco um, novo título mensal cujo nome é uma remissão direta ao romance Fahrenheit 451, obra-prima do escritor norte-americano Ray Bradbury (1920-2012). Ela tenta suprir o vazio deixado pela Entrelivros, título editado pela Duetto, … Continuar lendo Revista | Quatro cinco um

Livro & Filme | A Delicadeza

É sempre polêmico falar de obras adaptadas da literatura para o cinema. Pessoalmente, sempre me posiciono a favor desse tipo de transposição, porque esse processo não apenas estimula o interesse pela produção original, como também permite uma nova interpretação (uma ressignificação) da obra. No caso de livros que, em sua essência, já são muito bons (este é o caso aqui), é ainda mais complicado aceitar … Continuar lendo Livro & Filme | A Delicadeza

Leitura | Big Loira e outras histórias de Nova York

Há tempos Dorothy Parker (1893-1967) aguardava a sua vez em minha estante. Pacientemente, ela ficou lá durante anos. Diga-se de passagem, apenas eu perdi com isso, porque demorei mais a ter contato com uma prosa inteligente, irônica e espirituosa. Os contos reunidos neste volume, selecionados e traduzidos por Ruy Castro, são pequenos recortes de momentos de uma sociedade às vezes vazia, às vezes densa, às … Continuar lendo Leitura | Big Loira e outras histórias de Nova York

Projeto Hitchcock | Sabotagem/O marido era o culpado (1936)

Achei bastante curioso o fato de um mesmo filme ser conhecido por dois títulos diferentes. Internacionalmente, Sabotage é o nome utilizado na filmografia de Hitchcock; aqui no Brasil, O marido era o culpado é outro título pelo qual esta mesma produção é conhecida, embora eu não saiba a razão disso. Uma coisa é certa: O marido era o culpado é simplesmente um título ridículo, que … Continuar lendo Projeto Hitchcock | Sabotagem/O marido era o culpado (1936)