Série Vaga-lume | Um cadáver ouve rádio

um_cadaver_ouve_radio_1267390934b

Nesta terceira e penúltima aventura do trio de detetives Léo, Ângela e Gino, criado pelo autor paulistano Marcos Rey (1925-1999), o toque de aventura e suspense juvenil aparecem em seu melhor estilo.

Superando a previsibilidade de O rapto do garoto de ouro, o segundo livro da série, desta vez, os jovens se deparam com o assassinato misterioso de um sanfoneiro popular no bairro do Bexiga conhecido pelo apelido de “Boa Vida”. O acontecimento sensibiliza os moradores da região, pelo choque da morte brutal de um homem sem bens materiais e muito querido por todos.

O toque especial das releituras destes livros de Marcos Rey é o “aspecto retrô” presente tanto nos diálogos – como gírias, expressões de época – quanto nos hábitos socioculturais da cidade de São Paulo da década de 80, como ir à lanchonete para tomar refrigerante, ter como programa romântico pôr um disco na vitrola e dançar ao som das baladinhas etc.

Outro ponto bastante interessante é a possibilidade de acompanhar o desenrolar dos acontecimentos (neste caso, das investigações) sem recursos como o celular e a internet. Nesse contexto, adquirem muito mais valor o raciocínio preciso do enxadrista Gino, a astúcia de Léo e a capacidade de observação de Ângela.

Trata-se de uma boa trama, que rivaliza em qualidade com a primeira aventura do trio: O mistério do cinco estrelas. Marcos Rey também consegue, com este terceiro livro do trio, elaborar um enredo mais complexo, com elementos que não se encaixam à primeira vista e, portanto, tendem a prender o leitor por mais tempo, conferindo à leitura uma atmosfera mais intrigante – é a arma do crime (um sabre chinês) que não estabelece relação aparente com o desaparecimento da sanfona do morto, o dado do rádio ligado na construção abandonada, enfim, Um cadáver ouve rádio uma aventura mais rica em detalhes. Livro muito recomendado!

E, no próximo post dessa série infantojuvenil do blog, a última aventura do trio de Marcos Rey: Um rosto no computador!

Um cadáver ouve rádio
Marcos Rey
Editora Ática
1983 – 126 páginas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s