Leitura | O jornal e o livro

Este pequeno volume é composto por cinco textos que Machado de Assis publicou na imprensa entre os anos de 1859 e 1878. São textos dinâmicos e muito gostosos de ler, marcados pela excessiva franqueza do autor, suas posições um tanto radicais e suas aspirações um tanto utópicas.

Machado briga por uma literatura que tenha a “cor local” dos brasileiros, mas que não se restrinja a um vocabulário regional como marca de sua brasilidade. Teme pelo empobrecimento de seus temas e argumenta que cada tempo tem o seu estilo.

Em sua crítica a O primo Basílio, de Eça de Queirós, percebe-se claramente o seu rígido moralismo na construção de raciocínios polêmicos, mas gostei mesmo foi do raio X da figura do parasita em seus mais valiosos sentidos, que Machado de Assis faz no último texto de seu livro, chamado “Aquarelas”.

O jornal e o livro
Machado de Assis
Companhia das Letras
73 páginas
2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s