Projeto Hitchcock | Trama Macabra (1976)

Até o momento, este é um dos meus filmes prediletos da produção do mestre Hitchcock. E, pelo que vi até então, é também o único com um quê mais cômico. Entretanto, esta mistura do suspense com o certo grau de comicidade que Trama Macabra apresenta não prejudicou a trama, nem mexeu com a identidade do filme. Mesmo com momentos engraçados, esta produção parece manter um vínculo nítido com as principais características de diretor inglês.

Consultando alguns sites especializados em cinema, fui saber que Trama Macabra foi o último filme feito por Hitchcock – perceba que estou seguindo uma ordem totalmente aleatória, pois estou assistindo aos filmes à medida que surgem as oportunidades, e não de acordo com a cronologia, como seria o esperado. O fato interessante trazido por essa informação foi poder observar que, mesmo no final de sua carreira, Hitchcock conseguiu produzir um filme tão leve e com grande potencial de entretenimento de boa qualidade como Trama Macabra.

Apesar de o filme ter um título “pesado”, acho importante explicar que não há nada de tão macabro nesta produção. Pelo contrário. Vejo nesse enredo certa “metalinguagem” em níveis diferentes de vilania que confere uma dose de bom-humor inesperada ao filme. Em síntese, são pequenos vigaristas caindo nas mãos de “bandidos profissionais”.

Blanche (interpretada pela ótima Barbara Harris) é uma vidente vigarista que, acidentalmente, descobre que uma velha cliente possui um herdeiro desaparecido para sua enorme fortuna. Interessada na parte que lhe caberá pela boa ação de localizar o beneficiário, Blanche pede ajuda a seu namorado, o motorista George (Bruce Dern). Entretanto, Blanche e George passam a arriscar suas vidas quando o decorrer da trama revela que o tal herdeiro é um criminoso dos mais gananciosos: Arthur (William Devine), que ainda conta com a comparsa Fran (Karen Black).

As peripécias nas quais se metem Blanche e George e a possibilidade de ambos se darem mal – já que seus meros truques vigaristas nada são perto dos roubos e sequestros feitos por Arthur e Fran – fazem com que o espectador passe a torcer pelos “menos malvados” da história. Sem dúvida, as maluquices de Blanche contribuem positivamente para isso. A personagem de Barbara Harris é cativante demais.

Hitchcock caprichou na engenhosidade da máquina criminosa de Arthur e Fran – o cativeiro para os sequestros na garagem da elegante casa de ambos é incrível. Destaco também a perseguição de carro que Blanche e George sofrem perto do penhasco como um dos pontos altos da ação de Trama Macabra.

George desempenha o papel de um parceiro habilidoso e astuto, um personagem bem elaborado. Arthur personifica bem a figura do criminoso aparentemente impiedoso; Fran, por sua vez, começa a pôr tudo a perder, à medida que tudo caminha para aumentar o número de mortes. A meu ver, o final deste filme foi tão bem amarrado quanto o de Marnie, confissões de uma ladra, sobre o qual escrevi no mês passado. O desfecho para a investigação de Blanche foi feito com uma dose mista de suspense, ação e humor.

Trama Macabra
1976
Produção: Alfred Hitchcock
Roteiro: Ernest Lehman, baseado no livro de Victor Canning
121 minutos
Estados Unidos

*Este post faz parte de uma série despretensiosa de publicações neste blog sobre a filmografia de Alfred Hitchcock.

Anúncios

2 comentários sobre “Projeto Hitchcock | Trama Macabra (1976)

  1. vi o nome desse filme em uma um blog de terror e achei o nome “familiar”! era como eu pensava ser um filme do Mestre Hitchcock!! gostei desse site e do seu texto bonito e que foi muito esclarecedor pra mim! não sabia que esse tinha sido o último filme do Hitchcock!! vida longa e muito sucesso a esse seu projeto! fique com Deus e até mais!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s