Cinema | O Artista

Uma das coisas que mais me deixaram contentes ao assistir a este filme foi constatar que premiação e prestígio também podem ser concedidos a uma produção não apelativa, alegre e bem-feita. O Artista é um filme leve, divertido e muito bonito.

A ambientação é de Hollywood dos anos 1920, na transição do cinema mudo para o falado. George Valentin (Jean Dujardin) é o astro dos filmes mudos que não quer se adaptar à nova realidade da Sétima Arte. Até aí, nada demais. A meu ver, o que dá um toque especial ao filme– além da estética do preto-e-branco e das montagens das cenas mudas, que já são um diferencial – é a postura do astro. Valentin prefere morrer agarrado ao seu sonho de preservar a sua arte como ela é (e ele quase consegue isso) a render-se aos ditames de um mercado que busca, no frescor dos novos atores, alcançar maiores bilheterias sacrificando o que for preciso para fazer do cinema uma atividade mais lucrativa, ainda que menos elaborada.

A carismática Peppy Miller (Bérénice Bejo), que ganha sua primeira oportunidade nos sets de filmagens como figurante de um filme estrelado por Valentin, rapidamente se adequa ao novo esquema cinematográfico. Daí para o posto de nova namoradinha de Hollywood é um pulo. É a queda de George Valentin e a ascensão de Peppy Miller. Creio que não se trata apenas de uma atitude teimosa do astro, mas da defesa de suas convicções (eu, como teimosa que sou, compreendo perfeitamente o posicionamento dele). O fato é que o contexto capitalista da arte cinematográfica não permitia a coexistência do mudo e do falado, de forma que não seria possível que Valentin e Peppy se dessem bem ao mesmo tempo atuando.

Os conflitos gerados a partir dessa transição começam a conferir ao filme um clima meio que de catarse, porque a transformação (em vários sentidos) se faz necessária e o preço para que ela se consolide não é barato. A perda de prestígio do astro começa quando ele é abandonado pela esposa e é presenciada de perto por Clifton (James Cromwell), o motorista, e por Uggie, a mascote inseparável de George Valentin. Aliás, a inserção do cãozinho no enredo me pareceu um golpe de mestre, principalmente por se tratar de cinema mudo, pois a ausência da fala de Valentin aproximou-o ainda mais de seu companheiro não humano e a interação entre ambos é simplesmente perfeita. Uggie é o melhor amigo do astro e não mede esforços por ele.

A relação amorosa entre Peppy e Valentin também não é boba como se poderia presumir, pois, além de pontuada por todos os percalços da ascensão dela e da queda dele (com todas nuances delicadas de uma situação na qual o feminino é privilegiado e o masculino representa a página a ser virada), só começa a ganhar contornos mais sólidos quando a atriz o abriga em sua mansão. Esse ponto já poderia definir não apenas o destino do casal, como também do filme, mas o orgulho de George Valentin e a necessidade de readequá-lo ao novo panorama cinematográfico de então eram os dois fatores a serem administrados para que O Artista tivesse uma trama coerente. E assim foi. O final do filme é contemporizador e bem-sucedido.

Em seu todo, a produção não tem “pontas soltas” (pelo menos eu não notei nenhuma =D) e é muito bem executada, com uma trilha sonora excelente, que supre muito bem a ausência das falas e tenta deixar o ritmo do enredo (às vezes um pouco lento) mais dinâmico.

Ficha técnica

O Artista
Direção: Michel Hazanavicius
Ano: 2011
País: França/Bélgica
Gênero: Comédia/Romance/Drama
Duração: 100 minutos
Elenco: Jean Dujardin (George Valentin); Uggie (Jack, o cachorro); Bérénice Bejo (Peppy Miller); John Goodman (Al Zimmer); James Cromwell (Clifton)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s