Desafio Literário | Abril: Escritor(a) Oriental

Sinopse

“O cultuado clássico sobre a cerimônia japonesa do chá e a busca de beleza e perfeição.

Mas quando consideramos quão pequena é afinal a xícara do prazer humano, quão rápido ela transborda de lágrimas, quão fácil se esgota em nossa sede insaciável por infinitude, deixando apenas borra, não deveríamos nos censurar por darmos tanta importância à xícara de chá.”

Havia muito tempo que um livro não me surpreendia tanto. Não sei se pelo fato de eu não esperar algo mais do que uma leitura didática em relação apenas à cerimônia do chá, mas o caso é que eu fui me empolgando a cada página e o processo de leitura desta obra de Okakura foi ganhando uma dimensão nova para mim.

Escrita entre 1905 e 1906, com o objetivo de dialogar com os ocidentais a partir de uma questão cultural extremamente tradicional do Oriente, o que o estudioso japonês Kakuzo Okakura (1862-1913) faz neste texto é muito mais do que simplesmente contar a história da cerimônia do chá e suas finalidades. Ele amplia muito mais o quadro de análise e, nessa perspectiva, a chanoyu (como é conhecida em japonês) passa a ser um referencial em torno do qual questões culturais, filosóficas e religiosas são discutidas.

Destaco principalmente o formidável capítulo “A apreciação da arte”, no qual Okakura consegue analisar brilhantemente as percepções humanas de uma forma universal, em abordagem muito atual, mesmo recorrendo, para isso, a lendas taoístas e a fatos da história do Japão. Em sua prosa, ele mostra como os padrões se repetem e como cabe ao homem compreender o espírito das coisas à sua volta, para melhor compreender também a si mesmo.

“Os reclamos da arte contemporânea não podem ser ignorados em nenhum plano relevante da vida. A arte de hoje é aquela que realmente nos pertence: ela é o nosso próprio reflexo. Ao condená-la, nós simplesmente nos condenamos. Dizemos que não há arte nos tempos atuais – mas quem é responsável por isso?” (pág. 92)

É a genialidade de Okakura que faz de um texto cujo objetivo inicial era apenas falar sobre o belíssimo ritual do chá e suas minuciosas etapas, envolvidas em muita humildade, agradecimento e meditação, alcançar um patamar de análise mais complexo, sempre contrapondo ideias orientais às ocidentais, com o objetivo antes de valorizar e defender a riqueza de sua cultura, muito difundida entre os ocidentais como um “conjunto de esquisitices” à época da publicação de seu livro – será que essa percepção mudou nos dias de hoje?

Recomendo veementemente a leitura e a releitura de O Livro do Chá, a fim de nunca perdermos o encanto pela beleza das pequenas coisas que a vida nos oferece, em detrimento de uma vida rodeada pela frequente ostentação material pregada pelo Ocidente.

“Crucial à apreciação das flores numa cerimônia chanoyu é uma consciência profunda capaz de transcender qualquer visão de mundo centrada no ser humano.” (pág. 127)

Nota: 5
(de 1 a 5, sendo: 1 – Péssimo; 2 – Ruim; 3 – Regular; 4 – Bom; 5 – Excelente)

Este post faz parte da blogagem coletiva Desafio Literário 2012 [v. lista de livros agendados]

Blog do Desafio Literário 2012

O Livro do Chá
Kakuzo Okakura
Editora Estação Liberdade
2008
140 páginas

Anúncios

2 comentários sobre “Desafio Literário | Abril: Escritor(a) Oriental

  1. Eu sou fissurada pela cerimônia do chá desde que li a descrição do evento por intermédio de um email que minha irmã recebeu de um colega de trabalho muito viageiro. Ele escreve muito bem e pintou um cenário belíssimo, cheio de luz, e a julgar pela leitura de sua resenha, deve ser bem isso mesmo. Bjs!

  2. Sim, Vivi, a cerimônia do chá é um ritual muito bonito e, ao contrário do que muitas pessoas pensam, baseado na simplicidade. Beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s