Bravo! 100 Obras Essenciais da Pintura

Guernica, a polêmica de Pablo Picasso
Guernica, a polêmica de Pablo Picasso

Tô adorando a leitura da nova edição do ranking 100 da Bravo! Trata-se de uma compilação das 100 obras essenciais da história da pintura.

Gosto muito de história da arte e, como entendo pouco sobre o assunto, preciso contar aqui que tá sendo uma delícia ler a respeito dos quadros mais famosos de todos os tempos, suas curiosidades e justificativas para a fama que os precede. É uma pena que não tenha nada da Ásia, nenhum ukiyo-e do Hokusai… Mesmo assim, só para deixar um “gostinho”, listo as 5 primeiras a seguir, com algumas informações que peguei sobre cada uma.

1- Mona Lisa (Leonardo da Vinci) – Acho que já é coisa de consenso mundial mesmo. A única certeza que eu tinha, quando comprei a revista, era que o topo do ranking seria ocupado por essa mulher exótica. De acordo com a reportagem da revista, essa obra de da Vinci inovou em múltiplos sentidos o panorama artístico, desde a angulação, o fundo, a posição da modelo, enfim, a Mona Lisa foi uma quebra de paradigmas. Foi e ainda é.

2- Guernica (Pablo Picasso) – Esse quadro é muito famoso, eu mesma já o tinha visto muitos livros. Marca uma manifestação artística de Picasso engajada contra a guerra. Guernica mostra em tons monocromáticos o bombardeio da cidade espanhola de mesmo nome durante a Guerra Civil do país. Mas o que me deixou surpresa foi encontrar tantos registros na internet sobre o quadro alegando fraude. Segundo esses textos “apócrifos”, quando Guernica foi bombardeada, o quadro de Picasso já estava pronto, encostado em algum canto de seu estúdio. Há quem diga até que o seu verdadeiro nome seja “La Muerte del Torero Joselito”. Ai!

3- Noite Estrelada (Vincent Van Gogh) – Quando Van Gogh pintou esse quadro maravilhoso, já estava em um sanatório em Saint-Rémy de Provence. As pinceladas são precursoras do Expressionismo e um detalhe curioso é que a paisagem foi pintada “de cabeça”. Van Gogh não pintava à noite. Ele observava à noite e, durante o dia, pintava o que ficava na memória. Genial.

4- A Criação do Homem (Michelangelo Buonarroti) – Também conhecida como A Criação de Adão, essa obra é um dos afrescos mais famosos do majestoso teto da Capela Sistina, no Vaticano, tarefa que Michelangelo desempenhou ao longo de quatro anos seguidos. Ao todo, são 300 figuras que mostram a criação do homem, sua queda e a promessa de salvação.

5- As Meninas (Diego Velázquez) – Esse quadro de Velázquez é muito misterioso! Segundo dizem os estudiosos, é o equilíbrio clássico entre as linhas verticais que chama atenção logo de cara e que tem por função demonstrar o poder do rei (relação vertical, de cima pra baixo). O quê de mistério fica por conta da tela que o próprio Velázquez (ele se auto-retratou nesta obra) está pintando, que aparece de costas para o observador.

Anúncios

4 comentários sobre “Bravo! 100 Obras Essenciais da Pintura

  1. Hummm adorei teus comentarios….
    Infelizmente não comprei aessa edição da Bravo ainda…
    Mas tem algum quadro de Brasileiros nessa surpreendente seleção…
    Algo como “O Abaporu” ou “A Estudante”?

    abraço

  2. Oi, Thiago. Não, infelizmente não há nenhum quadro brasileiro nesse ranking. Eu também pensei que pelo menos um Portinari seria selecionado, mas nenhum brasileiro aparece na lista. Um abraço e obrigada pela visita.

  3. Oi, Talita. Então, definitivamente, não sou uma expert em História da Arte, mas se “As Meninas” de Velázquez não for o seu quadro mais famoso e importante, ele certamente está entre as suas obras mais significativas. Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s